No Piauí, partidos são alertados sobre aglomerações durante a campanha eleitoral.


A Diretoria de Unidade de Vigilância Sanitária do Piauí (DIVISA) expediu, na última quarta-feira (14), uma oficio aos diretórios de partidos políticos no estado orientando sobre a obrigatoriedade do cumprimento dos protocolos com normas de higiene e sanitárias para a prevenção da disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A medida atende a um requerimento do procurador regional do Ministério Público Eleitoral, Leonardo Carvalho Cavalcante de Oliveira, após o aumento do número de novos casos e mortes causadas pela doença em todo o estado nos últimos dias, bem como as aglomerações de pessoas sem máscaras em eventos políticos, como reuniões e carreatas, resultando muitas vezes na infecção dos próprios candidatos.
.



A DIVISA ressalta que agremiações partidárias, candidatos, colaboradores e até mesmo eleitores precisam cumprir todas as normas técnicas, sobre o risco de sanções tanto na esfera administrativa, previstas nos decretos estaduais, como em implicações eleitorais.