Covid-19: Governo do Piauí amplia medidas restritivas até 30 de abril


O governador do Piauí, Wellington Dias, esteve em reunião por meio de videoconferência, na manhã desta segunda-feira (30), com o Comitê de Organização Emergência (COE), composto pela equipe técnica do governo, representantes de instituições como o Ministério Público, Tribunal de Justiça, prefeitos e secretários estaduais. O momento definiu novas medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus no Estado.

Boa parte do último decreto emitido pelo Governo do Piauí permaneceu, no entanto, com medidas ainda mais ampliadas para evitar o colapso do sistema e a propagação do vírus pelo Estado. Segundo Wellington Dias, em transmissão ao vivo em sua conta oficial no Instagram, as medidas restritivas e de isolamento social permanecem até o dia 30 de abril para todo o Piauí. “As regras continuam e peço a colaboração de todos para que possamos evitar o colapso no nosso sistema de saúde. Nas igrejas, shoppings, bares, comércios, restaurantes e afins, as medidas estão mantidas”, disse o governador.

Em seu pronunciamento, o governador do Estado esclareceu que as restrições foram ampliadas para três áreas: educação, divisas e saúde. Na educação, as aulas estão suspensas por tempo indeterminado para todo o Piauí, sendo na rede municipal, estadual, federal e privada, que também aderiu. Essas instituições podem optar pelo ensino a distância. No quesito estradas, de acordo com o líder do Poder Executivo, as medidas foram reforçadas, sendo por estrada, em pontes, rodovias e etc. “As pessoas que entrarem de automóvel ou de qualquer meio de transporte nas divisas do Piauí, precisará cumprir uma quarentena de até sete dias. Entrou, cumprirá a quarentena”, explica. 


Meio Norte








 

NOTÍCIAS