Na Praça da Bonelle, no último show do Palco Opala, abrilhantaram a noite os Radiofônicos e o cantor Paulo Ricardo e banda. Os Radiofônicos, banda de Teresina-PI, abriram a festa com muito rock'n'roll, desde composições autorais até clássicos dos grandes nomes do rock internacional, animando a praça à beça.

Para finalizar em alto estilo e com muito rock veio a Pedro II o cantor Paulo Ricardo e banda, com repertório misturando alguns de seus super sucessos como Alvorada Voraz, Loiras Geladas, Olhar 43, com homenagens a Cazuza e a Renato Russo, além de interpretações de John Lennon (com Imagine), Elvis Presley, e outras pérolas do rock mundial. Paulo Ricardo ainda trouxe composições de sua nova turnê 'Sex on the beach' que foram muito bem executadas e estão já caindo bem no gosto e nos ouvidos do grande público que veio prestigiar o encerramento do Festival.
Na Praça do Jazz, fazendo jus ao nome, Júlio Medeiros e Grand elenco trouxeram o melhor do jazz e blues com performances envolventes, num ambiente de classe e requinte musical. Na Praça da Matriz a Feira de Artesanato do SEBRAE e as dezenas de estandes mostraram toda sua pujança comercializando bons produtos do artesanato em opala, tecelagem, confecções, metais, literatura e artes plásticas em geral. O Palco Tablado Carlos Cordeiro revelou talentos locais, de Pedro II e região, com música, dança e até declamação de artistas mirins que empolgada empolgou a todos. O Palco Gritador exibiu uma sonoridade com muito blues e rock, mostrando novos e já consagrados artistas locais e regionais. A banda Melim abriu os shows no Palco Opala, com um ritmo jovial, alegre e bem dançante, conquistando os fãs da banda, sendo bastante aplaudida com seus sucessos junto aos fãs.

O Biquíni Cavadão com 34 anos de estrada chegou e levantou com muito entusiasmo a Praça da Bonelle, executando diversos sucessos. Para Bruno Gouveia, vocalista do grupo, foi uma honra participar: "Nós já conhecíamos a fama do Festival e tínhamos uma vontade muito grande de participar dele. A gente vai tentar fazer essa festa e ganhar toda essa galera." Para encerrar a noite, a Banda Cruviana, de Pedro II, revelou seu talento com um belo mix de reggae com pop rock nacional, brindando a chegada do domingo de Festival de Inverno de Pedro II com uma onda de harmonia e firmeza em seu som. Neste domingo tem mais com atrações principais sendo a Orquestra de Bandolins de Oeiras e Paulo Ricardo.

No Palco Opala, o mais aguardado da noite, a Banda Retrô Classic Rock abriu a sequência de shows, trazendo o melhor do rock internacional característico de seu repertório, contemplando em cheio o público que começava a lotar a Praça Manoel Nogueira Lima (Bonelle).

Zeca Baleiro então iniciou seu incrível show, com sucessos como "Quase nada", "Proibida pra mim", "Lenha", "Honey Baby", entre outros hits levando sua essência pop e todo carisma musical através de canções que marcam multidões. O cantor maranhense toca pela segunda vez já no Festival de Inverno de Pedro II - FIP2° e tem enorme aceitação com os participantes do evento, que aguardavam ansiosos o retorno do cantor ao Palco Opala, no final pedindo nos em pura emoção.
Milhares de pessoas interagiram cantando junto com o artista, ao anunciar o fim da apresentação, o público entoou o grito de mais uma, momento em que o artista retorna ao palco e foi muito aplaudido, no entanto o cantor contemplou o público presente com várias outras canções.

Toni Garrido surpreende cantor piauiense e o chama para cantar no palco


O cantor piauiense Vavá Ribeiro foi surpreendido por Toni Garrido para cantar junto com ele no palco durante o show na primeira noite do Festival de Inverno de Pedro II, já na madrugada desta sexta-feira (21/06). O piauiense abriu os shows e depois dele Adriana Calcanhoto se apresentou. O cantor Toni Garrido chamou Vavá, que estava na plateia, e não escondeu a emoção com o convite.

A programação conta, além dos artistas do Palco Opala (palco principal), com apresentações em outros dois palcos, “O Gritador” e “Palco da Serra”, e atividades no Tablado "Carlos Cordeiro” e “Praça do Jazz”. As apresentações, com artistas locais e nacionais, acontecem durante todo o dia, algumas de forma simultânea, e envolvem música, dança, poesia, entre outros. O Festival de Inverno de Pedro II também conta um Feira de Artesanato, onde os turistas poderão encontrar o melhor do artesanato feito em cestaria e trançados, tecelagem, madeira, cerâmica, bordados, rendas, além da tradicional opala da região.
A feira, que acontece durante todos os dias do evento, de 8h às 22h, na Praça Domingos Mourão Filho, é uma oportunidade de aproximação dos empreendedores locais com os visitantes, contribuindo para a abertura de novos mercados para o que é produzido na região, movimentando a economia local, gerando emprego e renda durante o evento.


Além das atrações musicais, o Festival de Inverno Pedro Segundo reúne artesanato, gastronomia e ecoturismo. A cidade também oferece opções de trilhas, visitas aos centros históricos e feiras de artesanato, banhos de cachoeira e um clima agradável.

Em outras edições, o evento contou com a presença de artistas como Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Gal Costa, Grupo Paralamas do Sucesso, entre outros nomes do cenário nacional. O Festival de Pedro Segundo foi fundado em 2004 e ao longo dos anos conquistou espaço no cenário musical e prestígio entre o público, que como o evento, cresce a cada ano.


 

NOTÍCIAS