CAPS de Pedro II realiza ação alusiva ao Dia Internacional da Mulher

Em comemoração ao dia internacional da mulher o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde - SMS de Pedro II, realizou nesta terça feira uma manhã de beleza, com realização de tratamento de maquiagem e cabelo para as mulheres que fazem o acompanhamento intensivo, sendo que também foram beneficiadas as atendidas pelo psiquiatra e as funcionárias. O Centro de Atenção Psicossocial atende pessoas com problemas e transtornos psicológicos e psiquiátricos, quer seja através de terapias, tratamentos funcionais e ocupacionais, além dos acompanhamentos com tratamento medicamentoso.
 

No caso, além dos pacientes em si, está sempre envolvido com a família e comunidade mais próxima de seus pacientes atendidos, sejam homens ou mulheres. Com esta ação voltada ao público feminino, o CAPS busca levantar a autoestima dessas pacientes e para que saibam o quanto são especiais. No CAPS as mulheres atendidas são acolhidas, vistas, ouvidas, atendidas e bem tratadas com toda a ética e profissionalismo do corpo de profissionais servidores(as) e funcionários(as) daquele órgão municipal. Isso se reflete no tratamento e processo de cura ou melhoria significativa na vida destas pessoas.
De acordo com pesquisa realizada, “o Dia Internacional da Mulher foi celebrado pela primeira vez no dia 28 de fevereiro de 1909 por iniciativa em memória a um protesto realizado nos Estados Unidos por melhores condições de trabalho. Um ano depois ocorreu a primeira conferência Internacional de Mulheres e em 1911 o Dia Internacional da Mulher foi celebrado na Áustria, Dinamarca, Suíça e Alemanha. Alguns dias depois, um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist matou mais de 146 trabalhadores, sendo a grande maioria formada por costureiras. Um dos principais fatores para o grande número de mortes foi a falta de equipamentos de segurança e as más condições do edifício.”

“Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história". “Além disso, as mulheres são multifuncionais, competência essencial na gestão de uma empresa, pois estão acostumadas a dividir melhor o tempo entre os cuidados com a casa, família e trabalho.”